-
alt
 
A Câmara Municipal de Aripuanã adiou nesta segunda-feira, 16 de maio, sessão extraordinária que votaria 5 projetos de Lei e 1 Projeto de Lei Complementar, de autoria do Poder Executivo, por não obter quórum suficiente para que os projetos fossem votados no plenário da Casa.
 
Entre os principais projetos a serem votados está o de número 56/2016, que objetiva a contratação de profissionais na área de saúde para atendimento no Hospital Municipal, SAMU, e nos Postos de Saúde da Família, visando com isso suprir vagas não preenchidas através do ultimo concurso público ou teste seletivo para tal fim.
 
Também está na pauta o Projeto de Lei Complementar número 4/2016, que autoriza o Chefe do Executivo Municipal conceder recomposição salarial, referente ao mês de maio, sobre o vencimento base do prefeito, vice-prefeito e dos servidores públicos concursados, comissionados, contratados e inativos do Poder Executivo de Aripuanã.
 
Não menos importante o de número 63/2016, que autoriza o Município de Aripuanã receber por doação com encargos, uma área urbana na qual será construído o Terminal Rodoviário, antigo anseio da população aripuanense.
 
Uma nova data deverá ser agendada para a votação dos projetos citados.