-

alt

Com o objetivo de capacitar e orientar as Prefeituras e autarquias do Estado para a utilização do Sistema Integrado de Gestão Administrativa (SIGA), o Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) reuniu na manhã desta terça-feira, 8 de setembro, cerca de 40 controladores internos e responsáveis pelo Sistema Aplic no laboratório do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), em Cuiabá. Nesta primeira etapa, os representantes municipais, que aderiram ao projeto espontaneamente, serão capacitados até o início de novembro deste ano, com treinamentos envolvendo, por exemplo, a nova contabilidade fiscal aplicada ao setor público e sistemas administrativos.

alt

Pioneiro frente às demais Cortes de Contas, o SIGA inova ao unir num mesmo meio os subsistemas de Planejamento, Contabilidade, Prestação de Contas, Administrativo e Financeiro, facilitando a entrega do Aplic por parte dos jurisdicionados. Em linhas gerais, permitirá que Auditoria Pública Informatizada de Contas continue ocorrendo de forma mais simplificada, com a prestação de contas via internet.

De acordo com o presidente do TCE-MT, Waldir Júlio Teis, este projeto do sistema único de contabilidade para os municípios veio com o anseio dos gestores "em ter mais agilidade e padronização no Sistema diante da prestação de contas". Para o conselheiro, a expectativa é a de que os equívocos ainda cometidos pelos fiscalizados não mais ocorram, de forma que o TCE-MT não precise penalizá-los.

alt
"O projeto SIGA vai auxiliar na comunicação com o Tribunal de Contas, de forma que a prestação de contas seja mais padronizada. Um treinamento como esse é de fundamental importância para nossa unidade porque estamos distantes do centro e precisamos ter uma relação mais próxima" MAGNO PEREIRA DA SILVA

As dificuldades encontradas pelas Prefeituras e autarquias ainda é uma realidade que, para o controlador da Câmara de Rondonópolis, Magno Pereira da Silva, deverá ser transformada com a implantação do SIGA. "O projeto SIGA vai auxiliar na comunicação com o Tribunal de Contas, de forma que a prestação de contas seja mais padronizada. Um treinamento como esse é de fundamental importância para nossa unidade porque estamos distantes do centro e precisamos ter uma relação mais próxima", concluiu.

Dentre os municípios que estão participando desta primeira etapa estão Nobres, Rondonópolis, Itiquira, Campo Verde, Tangará e Jauru. De acordo com o presidente, Waldir Júlio Teis, o SIGA será incluído no Planejamento Estratégico e, após aprovado em sessão plenária, será obrigatória sua adesão aos demais municípios do Estado.

Fonte: TCE-MT