-

testeComeça nesta segunda-feira, 25 de fevereiro, o prazo para que os eleitores que não votaram e nem justificaram a ausência nas três últimas eleições regularizem a situação junto à Justiça Eleitoral. Em Mato Grosso 39.657 eleitores se encontram nessa situação e podem ter os títulos cancelados caso não regularizem o débito. Em 2011 foram cancelados 36.963 títulos eleitorais em Mato Grosso.

A partir de hoje até o dia 25 de abril os eleitores na lista dos títulos passíveis de cancelamento devem procurar os postos e cartórios eleitorais em todo o Estado, no período das 7h30 às 13h30, munidos de documento oficial com foto, título de eleitor, comprovante de votação ou recolhimento de multa (ou a dispensa do recolhimento da multa).

Em Cuiabá, além da Central de Atendimento ao Eleitor, instalada na Casa da Democracia, prédio anexo à sede do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, na av. Rubens de Mendonça (CPA), o eleitor também poderá procurar o posto eleitoral que funciona  no “Ganha Tempo”, localizado no centro da capital e que atende no período matutino e vespertino.

O eleitor deverá estar atento quanto à somatória das eleições faltosas e não justificadas, pois cada turno é considerado uma eleição, bem como os pleitos suplementares realizados.  Em caso de dúvida poderá conferir se está na lista consultando o site do TRE no seguinte endereço eletrônico:  http://www.tre-mt.jus.br/eleitor/situacao-eleitoral/situacao-eleitoral.

Para realizar a pesquisa no site basta ter em mãos o número do título ou digitar o nome. A lista também está disponível para consulta nos cartórios eleitorais. A Justiça Eleitoral não envia e-mails aos eleitores ou correspondência impressa para regularização do título.

 

Estatística

Com o reprocessamento da lista pelo Tribunal Superior Eleitoral o número de títulos passíveis de cancelamento em Mato Grosso passou de 39.371 para 39.657. O aumento do quantitativo se deve aos municípios de Curvelândia, que na lista anterior estava zerado e na atual aparece com 60 títulos canceláveis, e Pedra Preta, que passou de zero para 226 eleitores. Nos demais municípios os números permanecem inalterados.

Cuiabá é a campeã de títulos em risco de serem cancelados com 7.943. Em segundo lugar está Várzea Grande, com 2.995; em terceiro Rondonópolis com 2.464 títulos e em quarto lugar figura o município de Sinop, com 1.912.

Em Tangará da Serra 1.139 eleitores correm o risco de perderem o título. Já em Primavera do Leste são 768, Sorriso 847, Alta Floresta 945, Barra do Garças 703, Lucas do Rio Verde 524, Juína 596, Juara 542 e Guarantã do Norte 515 eleitores.

Fonte: TRE-MT